Inicio
HomeContactosemailmapa do portal
   
Profissão
 
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
 

2ª Edição do Barómetro de Engenharia


A 2ª edição do “Barómetro da Engenharia”, desenvolvido pela Ordem dos Engenheiros – Região Norte (OERN), auscultou 160 engenheiros civis com idades entre os 30 e os 60 anos e surge no âmbito da discussão em torno da reabilitação urbana e da importância de regenerar as cidades.


2ª Edição Barómetro| A Reabilitação Urbana 


- O barómetro desenvolvido pela Ordem dos Engenheiros – Região Norte (OERN) revela que para 73 por cento dos inquiridos as verbas disponíveis no âmbito do Portugal 2020 não são suficientes para impulsionar a reabilitação urbana e garantir assim o arranque do processo de renovação do edificado das cidades portuguesas. Apenas 27 por cento acredita que estes novos fundos podem ser a “bolsa de ar” que faltava.

- Já quando questionados sobre a atuação governamental, os engenheiros civis são unânimes, 95 por cento defende que o investimento público não tem sido ajustado às necessidades de reabilitação urbana.

- As conclusões do barómetro não traçam um cenário otimista, nomeadamente no que diz respeito à avaliação do regime especial de incentivos à reabilitação que para a maioria (67 por cento) é desajustado. Apenas 33 por cento o avalia como adequado e nenhum dos inquiridos o apontou como eficaz.

- Outro dos resultados do barómetro prende-se com os fatores que constituem entraves aos processos de reabilitação. Para 30 por cento dos inquiridos, as dificuldades de financiamento são a principal razão do fraco desenvolvimento a este nível, colocando a falta de investimento privado em segundo lugar (21 por cento) e, na terceira posição da avaliação, as dificuldades para obter licenciamento para estes projetos, entrave apontado por 18 por cento dos engenheiros.


Conheça o documento



Palavras chave barometro; engenharia; reabilitação urbana; oern;
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo
  Ordem dos Engenheiros Região Norte © 2009, todos os direitos reservados Valid HTML 4.01 Transitional
i